Você está aqui:Página Inicial / temas / Crimes eleitorais e Processo Penal Eleitoral / Crime eleitoral em espécie / Utilização de prédio ou serviço público

Utilização de prédio ou serviço público

    • Caracterização

       

      “[...]. Candidato. Churrasco. Presença. Bem público. [...]. Para a caracterização do tipo do art. 346 do Código Eleitoral exige-se a demonstração de que o candidato tenha dado causa à pratica de conduta vedada do art. 377 do CE e também a prova do dolo específico de beneficiar partido ou organização de caráter político.”

      (Ac. de 19.8.2008 no AAG nº 8.796, rel. Min. Joaquim Barbosa.)

       

      “Recurso especial. Crime. Arts. 346 c.c. 377, Código Eleitoral. Visita. Candidato. Entidade subvencionada pela municipalidade. Utilização. Prédio. Benefício. Organização partidária. Não - ocorrência. Recebimento de candidatos em geral. [...] Não caracteriza o crime dos arts. 346 c.c. 377, CE, a simples visita dos candidatos à sede da entidade que recebe subvenção da municipalidade. Os dispositivos visam coibir o uso efetivo e abusivo de serviços ou dependências de entes públicos ou de entidades mantidas ou subvencionadas pelo poder público, ou que com este contrata, em benefício de partidos ou organização de caráter político. Precedentes. Não se trata de exigir potencialidade do ato, mas o uso efetivo das instalações. [...]”

      (Ac. de 13.2.2007 no AgRgREspe nº 25.983, rel. Min. Gerardo Grossi.)